Your consent is required to display this content from this source - Privacy Settings

Sabemos que o clima tem grande importância na nossa saúde e que ele desempenha um papel essencial para o nosso bem estar. Porém estamos mais acostumados a falar como o clima seco atinge nossas vidas ao invés de procurar entender de como é o funcionamento desse ciclo por completo e tão necessário. Por isso nos dá 4Pool decidimos trazer para você o tema de hoje: 4 fatos sobre umidade que você não conhecia ou não parou para pensar. Confira os 4 Fatos



A UMIDADE É ESSENCIAL!



Umidade não deve ser sinônimo de algo ruim, pois ela é necessária e muito importante para a vida na terra. A umidade é fundamental para florestas, é dela também que é possível existir o reino animal e uma infinidade de organismos.

E assim como ela faz parte do ‘’todo’’ da natureza, ela também é essencial para nos seres humanos. Então antes de associar umidade há algo bom ou ruim, saiba que existe SIM um nível adequado de umidade!



Mas qual a umidade ideal?

Chamamos de umidade relativa do ar a relação entre a quantidade de água existente no ar (umidade absoluta) e a quantidade máxima que poderia haver na mesma temperatura (ponto de saturação). Esse também é um dos indicadores mais usados na meteorologia para se saber das condições do tempo.  

A umidade presente no ar é decorrente de uma das fases do ciclo hidrológico, o processo de evaporação da água. O vapor de água sobe para a atmosfera e se acumula em forma de nuvens, mas uma parte passa a compor o ar que circula, tornando assim aquele ambiente ou região com maior umidade relativa, conforme a altitude do mar e o clima local.

Porém, o ar, assim como qualquer outra substância, possui um limite até o qual ele absorve a água (ponto de saturação). Abaixo do ponto de saturação, há o ponto de orvalho (quando a umidade se acumula sob a forma de pequenas gotas ou neblina) e, acima dele, a água se precipita na forma de chuva.

A umidade relativa do ar vai variar de acordo com a temperatura, a altitude e a presença ou não de florestas, vegetação, rios, mar, cidades e suas estruturas; entre outros fatores.

Sendo a média mundial de 60% e a mais indicada para a saúde e o bem-estar das pessoas, no entanto, na Europa se considera 50%

Quando a umidade do ar está muito baixa, ou mesmo, muito alta pode haver problemas, principalmente respiratórios, como as alergias, sinusites, asmas e outras doenças alérgicas que tendem a se agravar.

Quando a umidade relativa do ar é muito alta, podem surgir fungos, mofos e bolores que são potentes agentes ofensores a saúde.

Por isso que se considera ideal 50% a60% de umidade relativa no AR, como mais seguro e saudável.



MOFO E BOLOR, CULPA DA UMIDADE!



É verdade que a umidade excessiva contribui muito para a proliferação de mofo e bolor, e também é um ambiente perfeito para formação de fungos, todos ofensores a saúde. Logo ambientes com umidade acima de 70% contribuem para o surgimento dessa forma de vida. Infelizmente, no Brasil não se dá muita atenção a estes elementos.

Sabemos que existem fungos benéficos e maléficos para nossa saúde, porém é importante ter em mente que MOFO/BOLOR PRETOS são extremamente prejudiciais para nós.

Sabia que em muitos países a presença desses fungos é considerada tão prejudicial que gera interdição imediata do local onde foi encontrado? O manuseio e eliminação destes é feita por empresas especializadas e certificadas pelos órgãos de saúde e segurança. Então que fique claro, se ver mofo/ bolor de coloração preta, procure a ajuda de especialistas para entender o motivo de sua origem.

AR CONDICIONADO NÃO RESOLVE PROBLEMA DE UMIDADE



Um erro muito comum é acreditar que o Ar condicionado combate os problemas de umidade do Ar ou que causam muito mais, afinal associamos o ar condicionado com gatilhos para doenças respiratórias, porém esse assunto ficará para um outro BLOG.

O uso continuado de ar condicionado, pode por vezes, contribuir para que o ar fique muito seco em locais onde não há renovação de ar. Mas pode vir a ser um gerador de umidade, quando mantiver a temperatura abaixo do Ponto de Orvalho, causando a condensação em superfícies mais frias, devido a redução do volume do ar, e consequente elevação da UR%.

Um exemplo típico é quando em um ambiente a 21˚C, recebe ar quente e úmido, por exemplo, 34˚C a 68%. O ar quente ao adentrar no ambiente climatizado, sofrerá redução de seu volume, elevando a UR% para acima de 80% rapidamente, e isso poderá provocar condensação nas grelhas de ar, condensando imediatamente, chegando a gotejar.

Para se evitar a condensação é necessário manter a umidade absoluta do ar abaixo da faixa de risco, e para isso é necessário um bom dimensionamento da desumidificação necessária.  No Brasil este assunto sempre foi tratado com menor atenção, também devido a pouca relevância dada a este tema quando se trata de conforto.

Mais recentemente, tem havido alguma preocupação para os projetos de maior responsabilidade, onde as exigências


UMIDADE BAIXA E UMIDADE ALTA



E para concluir nada melhor do que reforçar o que você já verificou se chegou até esse tópico; os excessos fazem mal, o fator é; EQUILÍBRIO.

Procure a assistência de quem entende de desumidificação, somos especialistas nesse segmento e um dos pioneiros no BRASIL.

Se você mora em uma região de Serra, Mata litorânea, possui uma piscina ou jacuzzi dentro de casa ou ainda se é dono de clinica de saúde, resort ou Spa, procure nossa equipe. Teremos muito prazer em ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Privacy Settings
We use cookies to enhance your experience while using our website. If you are using our Services via a browser you can restrict, block or remove cookies through your web browser settings. We also use content and scripts from third parties that may use tracking technologies. You can selectively provide your consent below to allow such third party embeds. For complete information about the cookies we use, data we collect and how we process them, please check our Privacy Policy
Youtube
Consent to display content from Youtube
Vimeo
Consent to display content from Vimeo
Google Maps
Consent to display content from Google
Spotify
Consent to display content from Spotify
Sound Cloud
Consent to display content from Sound
Open chat
1
Olá tudo bem?
Precisando de ajuda? Sabia que temos um engenheiro para ajudar em suas dúvidas?